Quem construiu o Cristo Redentor?

Quem construiu o Cristo Redentor?

A resposta para a pergunta sobre quem construiu o Cristo Redentor não é uma só. Na verdade, quatro pessoas foram fundamentais para a concepção desta que é uma das principais marcas do Rio de Janeiro.

Graças ao trabalho de cada um, o monumento se tornou conhecido no mundo!

O Cristo Redentor é reconhecido como uma das Sete Maravilhas do Mundo e atrai milhões de turistas todos os anos.

O objetivo deste texto é explicar a você quem construiu o Cristo Redentor. Boa leitura!

Aqui no Oi, Rio!, já apresentamos alguns dos pratos típicos da culinária carioca e também as festas populares mais tradicionais do estado.

Cristo Redentor: quem construiu?

O Cristo Redentor foi feito a várias mãos. Seu rosto, por exemplo, foi criado pelo escultor romeno Gheorghe Leonida.

Porém, o projeto teve como personagem principal o escultor Paul Landowski. Ao mesmo tempo, teve a participação de do pintor Carlos Oswald.

Já o projeto de sua estrutura, em concreto armado, foi estabelecido por Albert Caquot. Enquanto que o projeto arquitetônico foi criado pelo engenheiro brasileiro Heitor da Silva Costa.

Então, atribuindo o crédito a cada um, quem construiu o Cristo Redentor foi:

  • Heitor da Silva Costa, que estabeleceu o projeto arquitetônico;
  • Albert Caquot, criando a estrutura da peça;
  • Gheorghe Leonida, esculpindo o rosto da estátua;
  • Carlos Oswald, estabelecendo o desenho final da obra;
  • Paul Landowski, que esculpiu as peças que formam a estátua.

A construção do Cristo Redentor durou nove anos e a sua inauguração aconteceu em 12 de outubro de 1931.

O Cristo Redentor foi uma ideia sugerida em 1850, mas acabou adiada. Até uma nova proposta em 1920, feita pelo Círculo Católico do Rio de Janeiro, e depois aprovada e construída.

A estátua é uma representação da paz, do amor e da proteção da cidade por Jesus Cristo, o maior representante do Cristianismo.

O monumento tem a altura de 38 metros, o que equivale a um prédio de 13 andares. O Cristo Redentor foi construído para aguentar até um furacão e pode suportar ventos de 250 km/h

O que não significa que ele não sofrerá danos. Ao longo dos anos, por exemplo, o Cristo Redentor já foi atingido por raios e perdeu alguns dedos. Então, a estátua passa por constante manutenção para preservar a sua essência.

4 curiosidades sobre o Cristo Redentor

Agora que você já sabe quem construiu o Cristo Redentor, listarei algumas curiosidades sobre a estátua. Continue lendo!

Arte da estátua

O Cristo Redentor é uma estátua que tem o estilo Art Déco. Na verdade, ele é o maior do mundo neste estilo, com 30 metros de altura (mais 8 metros do pedestal).

O estilo Art Déco é conhecido por ser bastante comum na arquitetura. Seus traços são simples, simétricos e transmitem a ideia de harmonia.

Ao mesmo tempo, as esculturas no estilo são imponentes e trazem a sensação de grandeza. Ela também valoriza formas geométricas e o luxo.

Escultura internacional

O Cristo Redentor foi esculpido na França e no Brasil.

Na França, o trabalho ficou por conta do escultor Paul Landowski. Ele esculpiu as mãos da estátua, que se destacam muito no monumento.

Aliás, as mãos do Cristo foram inspiradas nas da poeta Margarida Lopes de Almeida.

Já o romeno Gheorghe Leonida ficou responsável por esculpir a cabeça do Cristo. Enquanto que o restante do corpo do monumento foi feito no Brasil, inteiramente em pedra sabão.

Construída pedaço por pedaço

O Cristo Redentor foi construído em partes e montado em seguida até se parecer realmente com uma estátua.

A cabeça da estátua foi a primeira a ficar pronta. Assim, ela foi construída de cima para baixo.

Para que as partes fossem transportadas até o topo do Corcovado, foi usado o trem que faz o trajeto. Toda a equipe de construção era formada por cerca de 1.000 pessoas, entre operários e engenheiros.

Menor que muitos monumentos

Apesar de ter 38 metros de altura, o Cristo Redentor perde por uma grande diferença em relação às maiores estátuas do mundo.

Para se ter uma ideia, a maior do mundo é a Estátua da Unidade. Ela fica na Índia e tem 182 metros (144 metros a mais que o Cristo).

O Cristo Redentor está apenas na 80ª posição no ranking de maiores estátuas do mundo. No Brasil, ele é apenas a 5ª maior atualmente. Então, mesmo que pareça enorme, o monumento está bem longe de ser o maior que a humanidade já fez.

Na hora de visitar o Cristo Redentor, é preciso pagar um ingresso. Os valores variam segundo a idade do usuário, então é importante verificar.

Para subir para o Corcovado, há várias opções, como o carro e o trem do Corcovado. Uma vez lá em cima, você poderá ficar o tempo que quiser na atração para admirar o monumento e tirar fotos.

A vista para o Rio de Janeiro também encanta os turistas, o faz do lugar um verdadeiro cartão postal.

E agora que você já sabe quem construiu o Cristo Redentor e algumas curiosidades sobre a estátua, poderá admirar ainda melhor o monumento e seu significado para a Cidade Maravilhosa.

Gosta de natureza? Veja aqui dicas do que visitar em Petrópolis e uma lista das mais belas cachoeiras do estado!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.